Archive for the '1' Category

Itália 2012

Jingle Bells Rock

Jingle Bells Rock

 

Treinão São Paulo – Campos

Sabadão, 4:30 da manhã, acordo e já não conseguia mais dormir. Estava ancioso para o pedal que haviamos planejado de Itaquaquecetuba até Campos do Jordão.

  As 6:00 Gustavo e eu estavamos na casa do Pardal onde ele, Fernando Trota e Fernando Lovisotto já nos esperavam. as 6:15 nosso motorista chega com pinta de quem passou no bar pra tomar uma cana antes de vir. Ufa, ainda bem que impressao não dirige, no final o Paulo foi show. Melhor impossivel.

Saimos da Airton Senna/Carv pinto e com vento a favor e descida mantivemos com facilidade uma média de 33 km/h até termos o primeiro pneu furado. O Pardal e o Gustavo trocaram rapidamente


Seguimos novamente até sermos parados pela Policia Rodoviaria que muito simpaticamente nos alertou dos perigos da estrada e pediu para o Paulo não trafegar a baixa velocidade na pista. Nesse ponto o Fernando aproveitou para “tirar a agua do Joelho” e ouviu no auto-falante em plena Carvalho Pinto uma voz metalizada dizendo- “ai não é banheiro não…aí não é banheiro não”. Era o guarda do outro lado da pista dando um pequeno susto
.

Segue o pedal, entramos em Caçapava e novamente fomos parados pela Policia…dessa vez não foram tão simpaticos, acho que foi por conta do nosso argumento de que não havia problema de trafegarmos ali uma vez que o limite era 40km/h e nos estavmos no limite ou bem perto dele. No final o “seu guarda” nos liberou dizendo para ter muito cuidado na estrada para não perder o produto(bike).

Paramos em um posto para checar o caminho e nos demos conta que tinhamos “perdido”o Paulo com o carro de apoio…mas não demorou muito e ele apareceu. Logo saindo da cidade o pneu do pardal furou novamente. Enquanto o pardal trocava um senhorzinho com uma barra-forte sai de um sitio e nos perguntamos quanto falta para Monteiro Lobato :
–      “vixe ! daqui ate la so sobe !!!


Não levamos muita fé e depois de mais um sanduba seguimos em frente…ou melhor pra cima…o tiozinho tinha toda razão…no primeiro pardão já achavmo que ter ido fazer o paiol não teria sido tão má idéia assim…
desafio vencido vem o Segundo paredao e……… Ops acabou o asfalto ! uns 1.5/2 km de descida sem asfalto. Trota recolhe a bike ao carro. Demais descem. E haja dedo para freiar !

Passamos em frente ao sitio do pica-pau amarelo – original. Só o Gustavo percebeu enquanto tentava descolar os dedos do freio, hehe

Daí…tudo o que ele freiou na decida ele resolveu recuperar na reta pós Monteiro Lobato…pedalando a 37km/h e os todos se matando para manter o pelotão…daí eu tentei ser solidário e ousei tomar a dianteira do pelote…rapidamente a velociadade virou, 35, 33, 29, 27, 25 e começa a subida…fim de pelote…

Antes de começar a Serra propriamente dita fizemos a ultima parada para comer um salame para recuperar o sal…

Começamos a subida com um asfalto novissimo e rapidamente o Gustavo e o Pardal somem na frente mantendo 17/18 km/h os demais 12 – 14km/h. A recompensa veio a seguir….uma descida ESPETACULAR no cume da montanha…uma delicia!


Ao final da descida o suporte da GO PRO quebra…durou exatos 150 kms….”la garantia soy jo”


Agora sim…serra de Campos…uma velha conhecida…parecia um pouco mais facil…o Lovisotto parou por conta de dores no pé…Pardal e Gustavo mais uma vez sumiram na frente….no meio da Serra o pelotão se reune novamente para colocar casacos pois agora o frio chega…eu aproveito para sair na frente e seguir no meu ritmo…rapidamente Pardal e gustavo me passam. O Fernando chega mas com dores para para alongar um pouco.


Fim de Serra..agora é só descer….mas antes de chegar em casa ainda tem uma subida…ai…..isso não tem fim?


Veja aqui o VIDEO

http://youtu.be/mlS0o-GEYKM

 


–      CHEGAMOS ! FIM !

–      170 km – 3.000 m inclinacao – 7 hrs pedal – 9 hrs total –

Os Jipes

Meu Jipe se chamava Bagual,000011

O Bagual é um Land Rover Defender 90, com alguns acessórios como: guincho, faróis de neblina, snorkel, cama (sim, uma cama), etc…

Bagual adj. e s. m. , Brasil ,
cavalo branco;
cavalo arisco;
cavalo que se tornou selvagem

Esta é a melhor definição para o carro. É também um termo usado no Sul para adjetivar o gaúcho mais ” rústico”.
Sim, ele pula, você dirige meio torto, faz barulho, tem um conforto duvidoso….mas vai looooonge!

DSC08409

O Carro do Matteo era uma Land Rover Discovery tratada a pão de ló…como ele mesmo dizia tinha jeito de Motor Home tamanho seu conforto. Como já disse no primeiro post, foi retirado o banco traseiro para dar lugar a um colchão.

Disco

BlogBlogs.Com.Br


Flickr Photos

Meu Twitter

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 3 outros seguidores


Audax Randonneurs São Paulo

Ciclismo de Longa Distância

DESAFIO RURAL

Ciclismo de longa distância por terra - Cicloturismo e afins

WordPress.com

WordPress.com is the best place for your personal blog or business site.

%d blogueiros gostam disto: