Posts Tagged 'Bahia'

Primeira Expedição – Capitulo 2

No dia seguinte acordei novo em folha e fui tomar café. Seu Julio me acompanhou e me apresentou um casal que também estava hospedado na “Nave”. Ficamos um tempo de papo e depois fui dar uma caminhada. De Itaúnas no Espírito Santo até a divisa com a Bahia em Riacho Doce são 8 km aproximadamente. Imbuído do espírito desbravador sai com um protetor solar e uma garrafinha de água e o que eu julgava muita disposição. Mas com 5 km caminhando pela areia meu pé já era vitima de uma enorme bolha, não havia varias bolhas só uma que tomava meio pé e para meu desanimo, ainda teria que voltar tudo.

Então deitei na areia, dei uma descansada, vi a chuva no horizonte e resolvi voltar. Andava um pouco, nadava mais um pouco, resolvi que não teria pressa nenhuma, mas fiquei um pouco frustrado de não entrar na Bahia caminhando. Cheguei novamente nas dunas de Itaúnas, com apenas mais uma bolha (a outra metade do pé) e lá estava o casal de Guarapari que conheci na pousada. Eles me convidaram para uma cerveja e resolvi aceitar. Ficamos de papo por um tempo e fui para pousada tomar um banho cuidar do pé e dar uma dormidinha. Depois que acordei fui procurar um posto de combustível para abastecer. O posto mais próximo ficava fora da cidade, mas consegui chegar lá com o ponteiro do indicador de combustível colado no fundo. Já de tanque cheio fui até o Riacho Doce para ver a divisa Bahia/ES. Já era final de tarde e um caminho bem ruim (bom para que gosta de 4×4) levava até o local que o riacho deságua na praia. Nesse momento senti uma enorme vontade de estar dividindo aquilo com alguém. Afinal estava num lugar maravilhoso em um lindo fim de tarde e não tinha ninguém para dividir. Acho que foi o primeiro momento que me caiu à ficha que eu teria dias assim pela frente e me perguntei se eu iria me agüentar por muito tempo.

Quando voltei para A NAVE à rua estava fechada pois estavam preparando uma festa. Resolvi então antecipar o jantar e fui ate o Cizinho, famoso restaurante local. Comi duas dúzias de patinhas de carnguejo e dei um jeito de estacionar o carro na pausada. Resolvi que iria dar uma breve cochilada antes de descer para o forró preparado na rua, mas quando acordei já era manha do dia seguinte.

Como todos estavam dormindo, fui dar uma corridinha, mas as bolhas só me deixaram correr 30 minutos, voltei andando para a pousada para um reforçado café da manha. Brinquei um pouco com o Athos e me despedi de todos. Peguei a estrada para Conceição da Barra. Muita lama e muitos trechos alagado, um verdadeiro playground. Chegando lá eu abasteci,não quero correr o risco de ficar a pé, e dei uma volta no cetro a procura de um banco 24 hs, que naturalmente não encontrei. Continuei viajem por mais 100 km ate chegar na estrada que me levaría até Caravelas. Mais 100 km de uma larga estrada de terra em ótimas condições utilizada pelos caminhos que levam eucalipto para a fabricação de celulose. Sempre que se aproxima de uma ponte ha um quebra-mola (ou lombada para quem e de SP) muito largo que proporciona ótimos vôos com o carro. Uma das desvantagens de se viajar só e a impossibilidade de tirar fotos dessas situações, lamentei muito.

Cheguei em Caravelas e fui direto ate a pousada que havia reservado, descarreguei o carro e fui procurar por um restaurante que li a respeito numa revista 4x4CIA com uma planilha que me levaria a 3 km de areia na beira do mar. Para minha tristeza cheguei lá e só achei alguma estacas cravadas no chão. Um morador local me informou com a maior naturalidade que o mar levou.

Voltei para o centro e fui procurar o Carlos da empresa que eu havia contratado os serviços de barco a mergulho em Abrolhos. Ficamos um tempão de papo sobre mergulho e equipamentos, ate que passou o gerente da pousada e perguntou se eu me incomodaria, já que eu estava de pick up, de buscar gás para a pousada. Estranhei o pedido mas fui mesmo assim buscar o gás. Legal como as pessoas se ajudam e não tem tanto receio como temos em cidades maiores. Descobri isso na viajem e aos poucos ajudei mais as pessoas e não estranhava mais essa atitude.

Anúncios

Flickr Photos

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 3 outros seguidores

Anúncios

Audax Randonneurs São Paulo

Ciclismo de Longa Distância

DESAFIO RURAL

Ciclismo de longa distância por terra - Cicloturismo e afins

WordPress.com

WordPress.com is the best place for your personal blog or business site.

%d blogueiros gostam disto: